Uber, CoLiving e CoWorking. Como essas tendências estão mudando a forma como vivemos.



Coliving

O que o Uber, CoLiving e CoWorking tem em comum?

Empresas como a Uber mudaram nossa forma de consumir. A indústria automobilistica está de cabelos em pé com as mudanças comportamentais que a Economia Compartilhada está gerando nas novas gerações. O conceito consiste em deixar de possuir um carro e passar a usar o aplicativos de transporte compartilhados como alternativa no dia-a-dia. E se esse mesmo conceito pudesse ser replicado para nossas casas e escritórios? É o que propõem os CoLivings e CoWorkings.

Quero saber mais

Fortaleza já possui vários CoWorkings. Se alguem digitar “coworking em fortaleza” no Google, o buscador deve apresentar mais de 15 opçõesna capital. Isso comprova que o cearence já abraçou a idéia de compartilhar o espaço de trabalho, gerando mais interação e produtividade. Mas e quando esse conceito é proposto para a forma como moramos? Teremos aderência da população?

J.Simões Engenharia acredita que sim!

A empresa deve lançar ainda em 2019 o J.Smart, o primeiro SmartHome de Fortaleza. O empreendimento é baseado no conceito de CoLiving, onde as áreas privativas são reduzidas e as áreas compartilhadas ampliadas. Áreas como lavanderias compartilhadas, varandas compartilhadas, vestiários de serviço são apenas alguns dos itens propostos para o compartilhamento!

Quero mais informações

Menos áreas privativas. Mais áreas compartilhadas.

Já parou para pensar o quanto não usamos em nossos apartamentos?

Estudos baseados em mapas de calor demostram que as áreas mais utilizadas de um imóvel residencial são a cozinha, a suíte principal e o banheiro. Áreas como varanda, sala de estar e principalmente corredores se demonstram uma verdadeira perda de espaço e dinheiro.

A idéia por trás dos SmartHomes é reduzir a necessidade de áreas ineficientes, reduzindo o tamanho do apartamento (e o seu preço final) e compartilhando nas áreas comuns com seus vizinhos tudo aquilo que for ineficiente (e caro) de se manter sozinho.

O J.Smart Vicente Leite deverá ter em suas áreas compartilhadas: Sky Lounge, Rooftop Gourmet, Lavanderia Compartilhada, Academia Profissional, além de Vestiários de Serviço (que poderão ser usadas por diaristas, por exemplo)

Uma idéia que realmente parece inteligente e funcional, visto que pesquisas em anuncios pela internet, os apartamentos mais baratos encontratos na região da Aldeota e Meireles foi de R$550.000,00 (apartamentos novos ou em construção).

A proposta do J.Smart Vicente Leite é ter unidades a partir de R$299.900,00

Muita tecnologia embarcada para a Geração do Compartilhamento

O SmartHome é a versão residencial da sua SmartTV, seu SmartPhone e o seu SmartWatch: transforma itens usuais em “inteligentes”. Veja algumas diferenças entre esse novo conceito e um apartamento comum:

  • J.Smart Kiper App | Aplicativo de controle de acesso via QR Code

  • J.Smart Advisor App | Aplicativo de Serviços no sistema Pay-Per-Use

  • Fechadura Eletrônica J.Smart | Praticidade sem o uso de chaves

  • J.Smart Decora | Personalização e decoração via Internet

  • J.Smart Modular | Integrar apartamentos para adaptar a seu estilo de vida


Compartilhe esse conteúdo nas redes:

PUBLICIDADE Absoluto – Pronto para Morar

Leia Também

Lazer

4 vantagens de morar em um edifício com área de lazer completa

Condomínios com área de lazer completa já são uma prioridade dos clientes do mercado imobiliário. Com cada vez mais problemas de...
Arquitetura

Por que morar em um apartamento compacto não é falta de conforto?

Morar em apartamento compacto já é uma realidade antiga de várias pessoas que vivem em grandes capitais do mundo, como Londres, Nova...